Pular para o conteúdo principal

Onde você deve usar os sigilos dos anjos em um ritual de Trithemius!

Por Robson Bélli


Os sigilos dos anjos são usados no lamen, entenda que por lamen o seguinte:

Lamen é um termo geral para um pingente mágico pendurado no pescoço de modo que paire sobre o peito, à altura do coração. Seus usos variam, mas geralmente é um mandamento de autoridade. O mago usa um lamen que é uma representação simbólica de suas relações com a divindade. Ele utiliza lamens feito dos selos/sigilos dos espíritos que ele deseja comandar. Ele tem sido descrito como "uma espécie de brasão; exprime o caráter e a competência do usuário". Um tipo de lamen é o talismã que funciona como um depósito de algum tipo particular de energia, do tipo que é necessário para realizar a tarefa para a qual a pessoa o construiu.

O pentáculo ou pentagrama, que é muitas vezes confundido com um lamen, é também chamado de "Minutum Mundum", "Universo em Miniatura".

Várias Ordens Mágicas usam ou usaram Lamen, incluindo a Ordo Templi Orientis e a Ordem Hermética da Aurora Dourada. Elas eram usadas para marcar os membros assim como apertos de mão secretos têm sido utilizados ao longo dos tempos.

Logo fica bem obvio de que estamos falando, não é uma peça do altar, mas vejamos o que diz o excelente livro Magus de Francis Barrett (Segundo livro, segunda parte), principal obra hoje sobre a prática magica de Trithemius:

O lamen usado para invocar um espírito bom deve ser feito em metal adequado ou em cera nova misturada com especiarias e cores adequadas, ou feito de papel branco e puro em cores convenientes, e sua forma deve ser quadrada, circular ou triangular, de acordo com a regra dos números, onde devem ser inscritos os nomes divinos gerais e os especiais. No centro do lamen, desenha um hexágono ou um caractere de seis ângulos, no meio do qual escreve o nome e o caractere de um astro ou de seu espírito soberano, de quem é súdito o espírito bom a ser invocado. Em torno deste caractere, coloca tantos caracteres de cinco ângulos ou pentáculos quantos espíritos queres chamar ao mesmo tempo. Se quiseres chamar apenas um, assim mesmo deves fazer quatro pentágonos, onde escreverás o nome do espírito ou dos espíritos com seus caracteres. Este lamen deve ser composto na Lua crescente, nos dias e no horário consonantes com o espírito. Se tomarmos junto um planeta favorável, será melhor para a realização do efeito. O lamen feito corretamente da maneira descrita deve ser consagrado segundo as regras expostas acima. Esta é a maneira de fazer a tabela geral ou lamen para invocar todos os espíritos. Podes ver sua forma nas ilustrações dos pentáculos, dos selos e dos lamens.

Aqui é explicado sobre o como ele é composto, vamos buscar uma resposta de sua posição dentro do ritual e então podemos voltar e falar de como se deve consagrar os lamens dentro desde mesmo grimório, a parte a seguir vem do próprio Trithemius no “A ARTE DE ATRAIR OS ESPÍRITOS PARA DENTRO DOS CRISTAIS”.

Tomando teu anel[1] e o teu pentáculo, coloca o anel no dedo mínimo da mão direita e pendura o pentáculo em volta do pescoço (observação: o pentáculo pode ser escrito sobre um pergaminho virgem e puro, ou gravado sobre uma placa quadrada de prata e pendurado no pescoço, chegando até o peito); em  seguida toma tua vara de ébano preto com os caracteres dourados e traça o círculo dizendo:“Em nome da Santíssima Trindade, consagro este pedaço de solo para a nossa defesa, para que nenhum espírito maligno tenha o poder de transpor estes limites determinados aqui, por Jesus Cristo nosso Senhor. Amém

Portanto nos fica claro onde deve ser usado o Lamen ou Pentaculo, mas apenas para que não haja duvida sobre tal questão vamos dar uma olhada na definição de pentáculo:

Pentáculo (um pentagrama inscrito num círculo), é um símbolo há muito tempo associado à Magia e ao Ocultismo, Há quem diga que o pentagrama vem do grego pentagrammon que significa “cinco linhas”. Enquanto pentáculo vem de pentaculum que se refere a um amuleto pendente, não necessariamente um pentagrama.

Visto que você chegou até aqui na leitura deste artigo vamos então colocar o como o grimório diz que deve ser consagrado o mesmo:

Fazemos tabelas especiais correspondentes a cada espírito pela regra exposta acima, relativa aos pentáculos sagrados. Mostraremos outro ritual mais fácil para realizar isto: aquele que deseja receber um oráculo do espírito deve estar casto, puro e abençoado. Escolher um lugar puro, limpo e inteiramente coberto com linho limpo e branco. No dia do Senhor, na Lua nova, entrar no local vestido de linho branco, exorcizar o local, abençoá-lo e fazer um círculo com um carvão consagrado. Escrever do lado de fora do círculo os nomes dos anjos; na parte interna, os nomes poderosos de Deus. Colocar dentro do círculo, nos quatro cantos do mundo, vasilhas para o incenso. Em seguida, já lavado e em jejum, entrar no local e rezar voltado para o leste o Salmo 119 inteiro: “Bem-aventurados os retos em seus caminhos”, etc. Fazer uma fumigação e suplicar pelos nomes divinos que os anjos apareçam e revelem aquilo que se deseja verdadeiramente. Fazer assim durante seis dias, estando lavado e em jejum. No sétimo dia, entrar lavado e em jejum no círculo, acender incenso, ungir com azeite sagrado a fronte, os olhos, as palmas de ambas as mãos e os pés. Recitar de joelhos o Salmo acima citado, junto com nomes divinos e angélicos. Em seguida, levantar-se e caminhar ao redor do círculo no sentido leste-oeste até ficar tonto, deixar-se cair no solo dentro do círculo e descansar, pois estará tomado pelo êxtase. Um espírito aparecerá informando todas as coisas necessárias. Observar também que no círculo haja quatro velas acesas nos quatro cantos do mundo[2], permanecendo assim pelo espaço de uma semana.O jejum deve ser feito da seguinte maneira: abster-se de todas as coisas com vida sensível e das coisas que delas provém, beber apenas água corrente pura, permanecer em jejum até o por do sol.Fazer o incenso e o azeite sagrado de unção como se descreve no Êxodo[3] e outros livros sagrados da Bíblia. Observar também, todas as vezes que se entrar no círculo, que se tenha na fronte um lamen dourado com o nome Tetragrama escrito conforme exposto acima.

E para encerrar uma citação ainda do magus sobre o pentáculo de Salomão usado nas operações:

Sobre o Pentáculo de Salomão

É necessário ter este pentáculo sempre pronto para a conjuração no caso de os espíritos se recusarem a obedecer, pois eles não têm nenhum poder sobre o exorcista enquanto ele estiver fortalecido pelo pentáculo, já que a virtude dos nomes santos nele escritos preside com influência extraordinária sobre os espíritos.

O pentáculo deve ser feito no dia e na hora de Mercúrio, sobre pergaminho de cordeiro ou papel branco virgem, puro e limpo, com as figuras e letras escritas em ouro puro. E deve ser consagrado e aspergido com água benta (como já falamos muitas vezes)


[1] Anel previamente demonstrado no próprio livro do Barrett

[2] Cantos e não pontos cardeais, logo pontos colaterais.

[3] Êxodo 30:22-33:6

Postagens mais visitadas deste blog

Desvendando o mistério da magia ineficaz: razões e soluções

Por Robson Belli A magia cativou as pessoas por séculos, pois a ideia de aproveitar os poderes dos anjos para manifestar nossos desejos tem sido uma fonte de fascínio e especulação por gerações. No entanto, apesar de seu fascínio, muitas pessoas que praticam magia podem ficar desapontadas quando não veem os resultados que esperam. Neste artigo, vamos explorar por que isso acontece e o que você pode fazer para superar esse desafio. Por que a mágia não está funcionando para você? Pode haver várias razões pelas quais você não está vendo os resultados que deseja em suas práticas mágicas. Alguns dos motivos mais comuns incluem: Falta de Crença A crença é um dos componentes mais críticos da magia. Se você realmente não acredita no poder da magia, terá dificuldade em manifestar seus desejos. Você tem que entender que a magia é um processo que exige que você tenha fé em si mesmo e no todo poderoso, e em seu poder. Práticas inconsistentes Outra razão comum pela qual a magia não está funcionando

Sobre o método de evocar Espíritos Malignos, ou Familiares ou almas e as sombras dos mortos, por meio de um Círculo magico

É conveniente dizer alguma coisa sobre os meios usados pelos exorcistas para evocar ao círculo os assim chamados espíritos malignos e os métodos de chamar os fantasmas ou as almas dos que morreram de morte violenta ou prematura. Quando alguém pretende chamar ao círculo um espírito maligno, deve primeiro considerar e conhecer sua natureza, e a que planetas ele corresponde, e que encargos lhe são atribuídos pelo planeta. Sabendo isto, deve procurar um lugar adequado e conveniente para sua invocação, relacionado-o com a maior precisão possível à natureza do planeta e à qualidade dos encargos do dito espírito. Caso seu poder seja sobre o mar,rios ou enchentes, que o lugar seja a praia, e assim por diante. Escolher uma ocasião adequada à qualidade do ar (sereno, calmo, limpo e favorável para o espírito assumir um corpo), assim como à qualidade e à natureza do planeta e do espírito, como, por exemplo, seu dia e sua hora de soberania, pois a ocasião pode ser favorável em algumas horas do dia